Inscrições podem ser efetuadas para cursos profissionalizantes com foco no programa “Mulher Protegida” - Impacto Rondônia

Inscrições podem ser efetuadas para cursos profissionalizantes com foco no programa “Mulher Protegida”


Acordo entre o Governo e o Senac foi assinado durante Encontro Estadual

Porto Velho, RO - Com a proposta de preparar as mulheres ao mercado de trabalho ou a empreender o próprio negócio, incluindo as beneficiárias do programa estadual Mulher Protegida, para viver um novo ciclo, o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria da Assistência e do Desenvolvimento Social – Seas, está ofertando uma série de cursos profissionalizantes como parte da parceria firmada com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – Senac. Os cursos no formato presencial estão com inscrições abertas, gratuitamente, para os municípios de Ariquemes, Jaru, Pimenta Bueno e Porto Velho.

Para Ariquemes são disponibilizadas 52 vagas ao curso de Recepcionista; 52 para Assistente Financeiro; e 49 para Técnico em Nutrição e Dietética. Para Jaru são 35 vagas para cada área. Em Pimenta Bueno, são 35 para Técnico em Logística; 20 para Operador de Computador, pela manhã, e mais 20 para o período da tarde; 35 para Assistente Financeiro; e 35 para Recepcionista. Para Porto Velho, são 30 vagas para Assistente Administrativo; e 30 para Assistente de Recursos Humanos.

Conforme destacado pelo governador Marcos Rocha, a participação das mulheres nestes cursos é importante e as ações fazem parte do Acordo de Cooperação Técnica assinado entre o Governo do Estado e o Senac, em 9 de agosto, durante o Encontro Estadual com Profissionais da Educação promovido pela Seas em parceria com a Secretaria de Estado da Educação – Seduc.

“Nossa proposta é expandir o programa Mulher Protegida às escolas por terem papel importante na prevenção e no enfrentamento à violência contra mulheres e meninas com a temática sendo trabalhada a partir das séries iniciais para que tenhamos uma sociedade justa e igualitária, onde homens e mulheres possam conviver de maneira respeitosa”, disse o governador, ressaltando que para isso também é preciso preparar as vítimas da violência doméstica e familiar para potencializar o seu nível de conhecimento e sua tomada de decisão, sendo protagonista de sua história.

AUXÍLIO

Desde sua implantação, em dezembro de 2021, o programa Mulher Protegida já atendeu a 1.539 vítimas com medida protetiva judicial concedendo auxílio de R$ 2.400 divididos em seis parcelas. O investimento anual é estimado em R$ 4,5 milhões destinados ao auxílio e ações preventivas, como o ônibus lilás e o programa estadual Rondônia Cidadã, que levam informação e acessibilidade aos lugares mais longínquos.

As inscrições podem ser feitas nos seguintes links:

Ariquemes:[https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdTD5G1jCq8FqN3WR80yroqf30g7B1TZykpN1pxRzTK2HgAOQ/viewform]

Jaru:[https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScFFTEZndZHLTscs6eWcdRrnQIuwLKq_ORG9j4ZuflC0Ch5eQ/viewform]

Pimenta Bueno:

[https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfVyNO–mJeH5V9lGFiglA_6feXUpWydKWbTVm3vqO_1DQBmw/viewform]

Porto Velho:

[https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdupgGNKoT4ryFKq5qpiUaz65sPH–SrISu3wn9LvOQ5ZlzUA/viewform]

Ou na página do Programa Mulher Protegida no portal do Governo de Rondônia (www.rondonia.ro.gov.br/seas/programas-e-projetos/mulher-protegida).


Inscrições podem ser efetuadas para cursos profissionalizantes com foco no programa “Mulher Protegida” Inscrições podem ser efetuadas para cursos profissionalizantes com foco no programa “Mulher Protegida” Reviewed by Da Redação on setembro 13, 2023 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.