Assistência técnica e programas de apoio à produção contribuem para crescimento da safra de café em Rondônia - Impacto Rondônia

Assistência técnica e programas de apoio à produção contribuem para crescimento da safra de café em Rondônia

Do ano de 2012 a 2022, a área de cultivo reduziu 53,9%, enquanto a produtividade quintuplicou

Porto Velho, RO - A Secretaria de Estado da Agricultura – Seagri recebeu o resultado da pesquisa sobre Produção Agrícola Municipal – PAM, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, revelando o crescimento de 24,1% da produção de café em Rondônia. Conforme os dados coletados, o fator preponderante para o aumento da safra foi o incremento na produtividade do café. Do ano de 2012 a 2022, a área de cultivo reduziu 53,9%, enquanto a produtividade quintuplicou, crescendo 687 Kg para 3.509 Kg por hectare.

Para os técnicos da Seagri, o aumento da produtividade, essencial para crescente dos números do café, deve-se à aplicação de técnicas e orientações repassadas pelos órgãos de apoio governamental; estímulo à qualidade feita através dos concursos realizados pela secretaria; parcerias com órgãos de assistência, a exemplo da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia – Emater e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar; e a execução do programa Plante Mais, que distribui milhares de mudas de café todos os anos à agricultura familiar.

O agricultor, Dione Bento está na terceira geração de produtores de café, e tem uma propriedade na Linha 10, Lote 29, Gleba 10, na zona Rural em Cacoal, e a família tira seu sustento da lavoura.

Dione Bento está na terceira geração de produtores de café em Cacoal

Neste ano, segundo Dione Bento, a produção caiu em razão da renovação do cafezal, mas acredita que, as chuvas e a assistência técnica foram fundamentais para o crescimento da cultura, em Rondônia. “Nós temos recebido assistência do Senar e acredito que o clima ajudou muito na lavoura”, explicou o produtor.

Para o governador Marcos Rocha, o aumento da safra em relação ao ano anterior comprova a eficiência dos programas executados pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura. “Nosso objetivo é fortalecer a agricultura familiar, gerando renda, emprego e qualidade de vida ao nosso pequeno produtor”, disse.

Segundo a Produção Agrícola Municipal do IBGE, o café de Rondônia subiu de 162 mil toneladas para 201 mil toneladas, representando um aumento de 24,1%. Comparada com a produção de 2012, o crescimento foi de 135,9%. Rondônia, que é o quinto maior produtor de café do país, representou 6,4% da produção nacional (3,1 milhões de toneladas).

O secretário de Estado da Agricultura, Luiz Paulo lembrou que esses números devem crescer ainda mais. Além dos programas de pesquisa e parcerias estabelecidas com Embrapa e Emater, a Seagri também opera os programas de transporte de calcário e distribuição de mudas de café de qualidade para os produtores. “Estamos seguindo a orientação do Governo em levar mais benefícios ao agricultor familiar, para que assim esta siga avançando, tanto no quesito nacional quanto internacionalmente”, destacou Luiz Paulo.

Rondônia, é o quinto maior produtor de café do país

A Seagri mantém o programa Plante Mais, responsável pela distribuição de mudas de café para os 52 municípios. Desde o início da gestão do governador Marcos Rocha, foram distribuídas 2.215.931 mudas, totalizando um investimento de R$ 1.722.744,80 (um milhão, setecentos e vinte e dois mil, setecentos e quarenta quatro reais e oitenta centavos).

Segundo a pesquisa, Rondônia tem sete municípios entre os cem maiores produtores: São Miguel (44 mil toneladas); Alta Floresta (23 mil toneladas); Alto Alegre dos Parecis (23 mil toneladas); Nova Brasilândia (18 mil toneladas); Buritis (16 mil toneladas); Ministro Andreazza (15 mil toneladas); e Cacoal (13 mil toneladas). São Miguel ficou em segundo lugar no ranking nacional de municípios. Esses mesmos municípios receberam ao longo dos últimos anos, milhares de mudas.

Veja quanto cada um recebeu do Governo:
  • São Miguel – 150.220
  • Alta Floresta – 114.719
  • Alto Alegre dos Parecis – 71.220
  • Nova Brasilândia – 62.720
  • Buritis – 77.720
  • Ministro Andreazza – 72.720
  • Cacoal – 122.720
Assistência técnica e programas de apoio à produção contribuem para crescimento da safra de café em Rondônia Assistência técnica e programas de apoio à produção contribuem para crescimento da safra de café em Rondônia Reviewed by Da Redação on setembro 21, 2023 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.