PF tenta chegar aos responsáveis por invasões da Terra Indígena Karipuna - Impacto Rondônia

PF tenta chegar aos responsáveis por invasões da Terra Indígena Karipuna


Operação Kawahiba acontece depois dos agentes detectarem crimes ambientais sendo praticados dentro da área de proteção indígena

Porto Velho, RO - A Polícia Federal (PF) começou a cumprir mandados de busca e apreensão, nesta quinta-feira (1°), para chegar aos responsáveis pelos crimes de invasão de terras e desmatamento na Terra Indígena Karipuna, localizada entre os municípios de Porto Velho, Buritis (RO) e Nova Mamoré (RO).

A ação faz parte da Operação Kawahiba e acontece depois dos agentes detectarem crimes ambientais sendo praticados dentro da área de proteção indígena, ainda desde 2021. À época, várias denúncias foram apresentadas tanto à PF quanto no Ministério Público Federal (MPF).

Depois de tomar conhecimento dos crimes , a PF fez sobrevoos na terra indígena e "constatou que havia intensa exploração de madeira, incluindo corte seletivo, corte raso, queimadas, cicatrizes de queimadas, edificações dentro de áreas desmatadas, além de uma região de pasto na parte sul da reserva".

Ainda no ano de 2021, os policiais destruíram seis pontes usadas por invasores e madeireiros dentro da reserva, tudo com ordem judicial. Maquinários e outros objetos usados nos crimes ambientais foram destruídos.

Nesta quinta-feira, a operação Kawahiba cumpre mandados de busca e apreensão em endereços da capital Porto Velho e tenta chegar aos responsáveis pelas invasões na Terra Indígena Karipuna.


Agente monitora área da T.I Karipuna — Foto: Reprodução/PF

Alvo de invasões

A Terra Indígena Karipuna tem mais de 150 mil hectares de área e fica situada a 100 quilômetros da área urbana de Porto Velho.

No ano passado, um relatório do Observatório da BR-319 apontou que a Terra Indígena foi a mais desmatada entre as 69 áreas indígenas que ficam no entorno da rodovia federal BR-319.

Leia também: Indígenas Karipuna sofrem com alagamentos há mais de uma semana e MPF cobra providências da Funai

De janeiro a dezembro foram 1.733 hectares desmatados na TI Karipuna, basicamente metade de todo o desmatamento registrado nas 10 terras indígenas localizadas no eixo da BR. 2022 também foi o que a T.I mais queimou, concentrando o maior número de focos de queimadas, de acordo com dados do relatório.

Em maio de 2023, a PF iniciou uma série de ações para retirar invasores da área indígena. No dia 11, os agentes encontraram 12 pontos de desmatamento, além de 20 madeireiras e serrarias instaladas nas proximidades da reserva.

Na ocasião os agentes encontraram 12 pontos de desmatamento, além de 20 madeireiras e serrarias instaladas nas proximidades da reserva.

Mais uma operação para retirar invasores da Terra Indígena Karipuna foi realizada no fim de maio, por meio da Operação Borda de Proteção II. Uma ponte usada por madeireiros foi destruída pelos agentes.

Fonte: G1/RO


PF tenta chegar aos responsáveis por invasões da Terra Indígena Karipuna PF tenta chegar aos responsáveis por invasões da Terra Indígena Karipuna Reviewed by Da Redação on junho 02, 2023 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.