Serviços crescem 10,9% em 2021 e superam perdas de 2020, diz IBGE

Setor fechou 2020 com recuo de 7,8% devido à pandemia do novo coronavírus. Dados foram divulgados nesta quinta-feira

Porto Velho, RO - O setor de serviços cresceu 10,9% no ano passado, após ter recuado 7,8% em 2020. Esta foi a maior taxa para um fechamento de ano desde o início da série histórica, em 2012. Em dezembro, o setor cresceu 1,4%. Foi o segundo mês seguido de alta, acumulando expansão de 4,1%.


Os dados da Pesquisa Mensal de Serviços foram divulgados nesta quinta-feira (10/2) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


De acordo com o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo, entre 2012 e 2019 o setor de serviços acumulou variação positiva de 0,1% e, no biênio 2020-2021, alta de 2,2%. Ou seja, boa parte do crescimento acumulado dos últimos 10 anos (2,3%) se deve ao desempenho mais dinâmico de alguns segmentos de serviços no ano passado.

“Nos primeiros meses de 2020, o setor de serviços foi duramente afetado em função da necessidade de isolamento social e do fechamento dos estabelecimentos que prestavam serviços de caráter presencial”, explica.

“Por outro lado, a pandemia trouxe oportunidades de negócios para serviços voltados às empresas, como os de tecnologia da informação, transporte de cargas, armazenagem, logística de transporte e serviços financeiros auxiliares, que tiveram ganhos mais expressivos e compensaram as perdas dos serviços de caráter presencial”, contextualiza Lobo.


As atividades que mais se destacaram no ano foram transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (15,1%) e informação e comunicação (9,4%).


Com o aumento, as duas atividades superaram as quedas de 7,6% e 1,6%, respectivamente, registradas em 2020.

Os demais avanços vieram de serviços profissionais, administrativos e complementares (7,3%); serviços prestados às famílias (18,2%); e outros serviços (5,0%).


No caso de serviços profissionais, administrativos e complementares e serviços prestados às famílias, o crescimento de 2021 não foi suficiente para compensar as perdas de 2020 (respectivamente, -11,4% e -35,6%). Já a atividade de outros serviços vem registrando aumento desde 2018, tendo crescido 6,8% em 2020.

Fonte: Metrópoles
Serviços crescem 10,9% em 2021 e superam perdas de 2020, diz IBGE Serviços crescem 10,9% em 2021 e superam perdas de 2020, diz IBGE Reviewed by REDAÇÃO on fevereiro 10, 2022 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.