Projeto “Começar de Novo” atende reeducandas de unidade prisional de Porto Velho - Impacto Rondônia

Projeto “Começar de Novo” atende reeducandas de unidade prisional de Porto Velho


O projeto trabalha com 12 passos religiosos, sendo um passo por mês

Porto Velho, RO - O projeto Começar de Novo: transformando vidas dentro do cárcere, que promove o cuidado com a saúde mental e dá apoio às reeducandas que sofrem com a dependência de álcool e outras drogas, foi retomado na segunda-feira (6), na Penitenciária Estadual Suely Maria Mendonça (PESMM), em Porto Velho.

A ação resulta de uma parceria entre a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) e Secretaria Municipal de Saúde (Semusa); com apoio do Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas (CAPSad) e Ministério Público do Estado de Rondônia (MPRO).

O projeto foi fundado em 2009, sendo desenvolvido na Penitenciária Estadual Ênio dos Santos Pinheiro e no Centro de Ressocialização Vale do Guaporé até 2021. Após tratativas com a direção da unidade feminina, houve a retomada na PESMM, com o atendimento de 15 reeducandas, por meio de ações preventivas, tratamentos e atividades de ressocialização. As reeducandas são atendidas com musicoterapia, psiquiatria, atendimentos psicológicos e palestras educacionais.

A diretora da unidade prisional, Auricelia Gouveia Caetano pontuou: “O projeto é de suma importância para aquelas mulheres que têm dependência química, afinal a maioria possui o apoio familiar, mas muitas vezes não conseguem se enxergar como pessoas e valorizar sua própria existência. A iniciativa tem ajudado neste sentido, de se valorizarem especialmente com o suporte psicológico e psiquiátrico disponibilizado, inicialmente por parte da Sejus, e agora pela parceria com a Semusa o CAPSad”, ressaltou.

ACOLHIMENTO E RESSOCIALIZAÇÃO

Umas das internas, participantes do projeto, relatou que o atendimento é importante, pois proporciona a sensação de acolhimento. “Enfrentamos nossos problemas e não temos como ir buscar ajuda, então quando o atendimento vem até a gente, sentimos que não estamos sozinhas”, pontuou.

Para o governo do estado, a retomada do projeto “Começar de Novo” é fundamental no processo de ressocialização, pois além de trabalhar a saúde mental, foca em uma problemática social, que é o uso de drogas.

SELEÇÃO DAS REEDUCANDAS

Para o funcionamento do projeto, a escolha das participantes foi realizada com base no histórico de uso das substâncias e na própria solicitação das reeducandas. Segundo o gerente técnico do CAPSad, Ademir Pereira, a metodologia empregada é baseada em passagens bíblicas, que foram organizadas e chamadas de 12 passos Cristãos, a serem realizados no período de um ano.
Projeto “Começar de Novo” atende reeducandas de unidade prisional de Porto Velho Projeto “Começar de Novo” atende reeducandas de unidade prisional de Porto Velho Reviewed by ... on maio 16, 2024 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.