Governo de Rondônia investe R$ 200 milhões na agricultura e Estado tem retorno de R$ 20 bilhões - Impacto Rondônia

Governo de Rondônia investe R$ 200 milhões na agricultura e Estado tem retorno de R$ 20 bilhões


Governo de Rondônia realizou mais uma edição da Rondônia Rural Show Internacional

Porto Velho, RO - Governo aplica recursos no transporte de calcário, mudas qualificadas, programas de transferência da agricultura familiar, compra de máquinas e implementos; outros resultados também são reconhecidos nos concursos nacionais do café e do cacau, além do sucesso da Rondônia Rural Show Internacional de 2023, que efetivou R$ 3,5 bilhões em negócios.

Na produção de leite, Rondônia ocupa a 9ª posição no Brasil com 1,6 milhão de litros/dia. O Estado possui 2.600.975 (dois milhões, seiscentos mil e novecentos e setenta e cinco) milhões de cabeças de gado destinadas à produção de leite. Os municípios de Jaru, Ouro Preto do Oeste, Machadinho d’Oeste, Nova Mamoré e Porto Velho despontam na produção diária.

PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) destacou Rondônia como o Estado em 11º lugar no ranking nacional do Valor Bruto da Produção Agropecuária. Na região Norte, ficando atrás apenas do Pará. Rondônia faturou R$ 20.679.201 (vinte milhões, seiscentos e setenta e nove mil e duzentos e um reais) em 2023.

REBANHO BOVINO

Rondônia, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ficou entre os quatro maiores criadores de gado do Brasil. O plantel conta com 17.722.717 milhões de cabeças no pasto, destacando-se por ser área livre de febre aftosa sem vacinação.

PRODUÇÃO DE LEITE

Na produção de leite, Rondônia ocupa a 9ª posição no Brasil com 1,6 milhão de litros/dia. O Estado possui 2.600.975 milhões de cabeças de gado destinadas à produção de leite. Os municípios de Jaru, Ouro Preto do Oeste, Machadinho d’Oeste, Nova Mamoré e Porto Velho despontam na produção diária.

PRODUÇÃO DO CAFÉ

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou, em setembro deste ano, novo levantamento da safra brasileira de grãos relacionados ao período 2022/2023. Segundo o último levantamento da entidade, a produtividade do café da variedade conilon cresceu 16%, saltando de 2,8 milhões de sacas de 60 kl em 2022, para 3,6 milhões de sacas para o ano de 2023.

PROJEÇÃO DO CACAU COM CERTIFICAÇÃO GEOGRÁFICA

Rondônia recebeu o registro de Indicação Geográfica (IG) em amêndoas de cacau produzido no Estado

A mais nova pesquisa de Produção Agrícola Municipal (PAM), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelou que o cacau se tornou a segunda cultura permanente com maior área destinada à colheita em Rondônia.

Rondônia também recebeu o registro de Indicação Geográfica (IG) em amêndoas de cacau produzido no Estado. O reconhecimento foi concedido pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi), na espécie de Indicação de Procedência (IP). O cacau de Rondônia recebe esse destaque por possuir sabor inconfundível e uma gordura de qualidade diferenciada para a produção de alimentos achocolatados de consistências e sabores diversos.

TAMBAQUI GANHA PRÊMIOS E ESTADO PROMOVE FESTIVAIS

O Estado, segundo Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM), do IBGE, permanece na liderança de maior produtor de peixe em cativeiro, representando 36% da produção nacional. O Tambaqui foi o grande destaque neste ano, vencendo a competição internacional Seafood Expo North America, uma feira internacional de pescados, que ocorre em Boston, nos Estados Unidos. O peixe rondoniense estava concorrendo com outros 71 participantes, mas levou o prêmio de Melhor Novo Produto de Foodservice.

O Governo de Rondônia promoveu, em parceria com a Associação dos Criadores de Peixes do Estado (Acripar), o 4° Festival do Tambaqui em Porto Velho, Machadinho d’Oeste, Cujubim, Ariquemes, Jaru, Ouro Preto do Oeste, Ji-Paraná, Cacoal, Pimenta Bueno, Rolim de Moura, Alta Floresta d’Oeste, Vilhena, Mirante da Serra e Costa Marques.

O evento foi coordenado pela Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), e contou com incentivo da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater/RO), Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas em Rondônia (Sebrae). Foram comercializadas 10 mil bandas de Tambaqui durante o evento.

Os valores arrecadados foram doados para entidades de assistência social. O Governo também apresentou o peixe Tambaqui em Miami e São Paulo, em um jantar de negócios entre autoridades rondonienses e empresários.

IG DO TAMBAQUI

O Governo promoveu a quarta edição do Festival do Tambaqui

O Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi) divulgou o reconhecimento da Indicação Geográfica (IG), na categoria “Indicação de Procedência”, para a produção de Tambaqui, na região do Vale do Jamari em Rondônia. O reconhecimento deve-se ao fato desta região ser a maior produtora do peixe Tambaqui da Amazônia (Colossoma macropomum) in natura e processado.

Rondônia tem se destacado como o maior produtor de peixes nativos em cativeiro do Brasil, conforme dados da Associação Brasileira de Piscicultura (Peixes BR) e a principal espécie produzida é o Tambaqui, que representa 90% da produção do Estado. A consolidação como indicação geográfica veio de um trabalho que vem sendo realizado em conjunto entre a Associação dos Criadores de Peixes do Estado de Rondônia e Sebrae.

Transporte de calcário

Em 2023, foram transportadas 19 mil toneladas de calcário para atender aos produtores enquadrados nos requisitos da agricultura familiar. O investimento do estado de Rondônia, foi da ordem de R$ 5.369.297,59 (cinco milhões, trezentos e sessenta e sete reais e cinquenta e nove centavos). Não há custo para o produtor, mas é necessário solicitar o serviço através dos escritórios da Emater/RO e cumprir alguns requisitos, a exemplo de estar entre os agricultores familiares. O objetivo é fomentar a economia dos pequenos produtores, garantindo assim, a fertilidade do solo para pastagens e lavouras.

PEAA CONTEMPLA 679 PRODUTORES

O Programa Estadual de Aquisição de Alimentos (PEAA) contemplou neste ano, 679 produtores com investimentos do Governo de Rondônia, no valor de R$ 2.850.000,00 (dois milhões e oitocentos e cinquenta mil reais), com o intuito de fortalecer a agricultura familiar, gerando renda através da aquisição da produção agrícola e combater a insegurança alimentar e nutricional, através da doação de alimentos de qualidade.

O PEAA contemplou 535 produtores individuais e nove cooperativas que são formadas por 144 produtores, totalizando 679 agricultores. Os alimentos comprados são doados à rede de instituições de assistência social, que trabalham para mitigar os graves problemas da insegurança alimentar.

A Feira exibiu uma ampla gama de máquinas agrícolas, equipamentos, insumos, vitrines tecnológicas e animais

RONDÔNIA RURAL SHOW INTERNACIONAL 2023

A 10ª Rondônia Rural Show Internacional foi um sucesso em 2023, superando todos os recordes anteriores. Durante o evento, foram realizadas negociações no valor de R$ 3,5 bilhões notáveis, e mais de 260 mil pessoas visitaram o Centro Tecnológico Vandeci Rack, em Ji-Paraná.

Este evento, que é considerado o maior do agronegócio na Região Norte do país, contou com a participação de dezenas de empresas, associações e órgãos públicos, que apresentaram várias novidades aos produtores rurais. A feira exibiu uma ampla gama de máquinas agrícolas, equipamentos, insumos, vitrines tecnológicas e animais, além de oferecer palestras, oficinas e demonstrações práticas.

CURSO DE QUALIDADE DO CACAU

Através de visitas técnicas, análises sensoriais e de qualidade, a Secretaria de Estado da Agricultura, em parceria com Sebrae, Idaron, Emater, Senar e Ceplac, premiaram as melhores amêndoas no 3º Concau.

O grande vencedor do Concacau 2023 foi o produtor Cláudio Afonso, do município de Mirante da Serra, que conquistou o 1° lugar e levou para casa um prêmio no valor de R$ 15 mil. Em 2° lugar ficou Luiz Carlos, produtor da cidade Ouro Preto do Oeste, que recebeu um prêmio no valor de R$ 10 mil. Na 3ª posição ficou a produtora Maria Santana, de Presidente Médici, que recebeu prêmio no valor de R$ 5 mil. Em 4° lugar ficou Poliana Jacob, moradora de Alto Alegre dos Parecis, recebeu um voucher de R$ 5 mil em fertilizantes solúveis.

CONCURSO DA QUALIDADE DO CAFÉ

Após várias etapas de análise feita por técnicos especializados, o Governo de Rondônia realizou a premiação do 8º Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia (Concafé). O objetivo é reconhecer, premiar e incentivar a produção sustentável de café robusta de alta qualidade. Em sua oitava edição, o concurso envolveu sete regionais, representando 36 municípios participantes. Cada regional teve classificação do primeiro ao terceiro colocados, e quatro vencedores, destacando o campeão com nota máxima.

PREMIAÇÃO

O vencedor deste ano do 8º Concafé foi o produtor rural, Tawã Ambukalim Oliveira Aruá de Alta Floresta do Oeste; região da Zona da Mata, que alcançou 91,00 pontos. O 2° lugar foi ocupado pelo produtor rural, Wender Romário Lopes do município de Novo Horizonte, com 90,19 pontos. O 3° lugar nesta categoria foi a produtora, Sirley de Riz Salleze, da cidade de Cacoal, com 89,38 pontos. O quarto vencedor foi Altivo Eduardo Berdes, de Rolim de Moura, que alcançou a nota de 88,50 pontos.

Em 2023, o ConQueijo premiou os melhores produtos que participaram em cinco categorias

CONCURSO DE QUALIDADE DO QUEIJO

Realizado durante a 10ª Rondônia Rural Show Internacional, a 2ª edição do Concurso de Qualidade de Queijos de Rondônia (ConQueijo) premiou os melhores produtos que participaram em cinco categorias. A proposta do Governo do Estado é promover a qualidade e valorização das produções queijeiras das Agroindústrias Familiares e dos Estabelecimentos Agroindustriais de Pequeno Porte de Leite e Derivados, possibilitando um salto em oportunidades de negócios aos produtores. Este ano, vários produtores foram inscritos para o concurso, apresentando o produto nas categorias:

1) Queijo Mussarela;

2) Queijo Provolone;

3) Queijo Coalho;

4) Queijo Minas Padrão;

5) Queijo Massa Filada, formatos de Nozinho e Cabacinha.

FLORADA PREMIADA – 2ª EDIÇÃO CANEPHORA

O Estado de Rondônia foi o vencedor do concurso “Florada Premiada” – 2ª edição Canephora 2023, realizado por uma indústria de café, em parceria com a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), e destinado exclusivamente às mulheres produtoras de café. O pódio do 1º ao 3º lugar foi ocupado por agricultoras rondonienses, desbancando amostras enviadas de Minas Gerais e Espírito Santo, sendo elas:

1º lugar: Lúcia Helena, Novo Horizonte;

2º lugar: Nicole Nedel, Nova Brasilândia; e

3º lugar: Celeste Suruí, Cacoal.

O resultado foi conhecido no último dia da Semana Internacional do Café, realizada em Minas Gerais.

PRODUTORES DE CAFÉ PREMIADOS NO BRASIL

A produtora de Cacoal, Lucilene de Jesus Maia Santos, conquistou o 2° lugar no concurso Coffee of The Year 2023, realizado durante a Semana Internacional do Café, em Minas Gerais, garantindo o pódio com amostras de Canephora “Robusta Amazônico”, enviadas à capital mineira, com apoio do Governo de Rondônia. O café de Lucilene desbancou 179 amostras classificadas, das quais 15 foram para a grande final do concurso.

INVESTIMENTOS EM MÁQUINAS PESADAS

Com recursos direcionados pela bancada federal, empenhados e liberados pelo Ministério da Defesa, através do Calha Norte, o Governo de Rondônia garantiu a compra de R$ 71.777.947,70 (setenta e um milhões, setecentos e setenta e sete mil, novecentos e quarenta e sete reais e setenta centavos) na compra de caminhões e máquinas pesadas.

Os bens, após licitados, foram entregues às prefeituras dos 52 municípios para melhoria das estradas e programas de infraestrutura nas propriedades rurais. Ao todo, foram entregues 164 equipamentos; as prefeituras de Alta Floresta e Theobroma juntas receberam mais de R$ 6 milhões.

MAIS DE R$ 12 MILHÕES FORAM INVESTIDOS NA AGRICULTURA FAMILIAR

O Governo de Rondônia investiu mais de R$ 12 milhões em bens e serviços à agricultura familiar. Segundo dados fornecidos pela Gerência de Convênios, o Estado aplicou R$ 2,3 milhões através de emendas de deputados estaduais, em análise de solo, material para apicultura, plantadeira, adubadeira, grade aradora e carreta agrícola. Todo o material foi entregue às prefeituras de diversos municípios.

Outros R$ 9 milhões também foram aplicados na compra de:

colhedora de café,
sementes,
secadores de grãos,
tratores,
carretas agrícolas,
pulverizadores e transporte de calcário, também efetivados com apoio dos deputados estaduais, mas sob a responsabilidade da Seagri.

Esses recursos foram destinados a associações rurais de vários municípios. A própria Secretaria de Estado da Agricultura também fez convênios com as prefeituras para repasse de bens. Cerca de R$ 1 milhão foi investido na compra de distribuidores de calcário, plantadeiras, tratores, descascadores de mandioca. Está em andamento também na Seagri, os convênios do Calha Norte, com recursos de emendas de deputados federais para compra de 167 caminhões, mais de 100 motoniveladores e dezenas de retroescavadeiras.

O governador Marcos Rocha comemorou a expressividade dos números na agricultura e os resultados desses investimentos em aumento da produção, melhoria de vida do cidadão do campo e o reconhecimento dos esforços dos agricultores em desenvolver a cadeia produtiva. “Nossa credibilidade na agricultura se reflete nos números da nossa maior feira agropecuária do Norte do Brasil, a Rondônia Rural Show Internacional, que bateu todos os recordes de negócios e público. Nossos investimentos nos deram retorno e os números estão aí para comprovar que nossas políticas públicas estão corretas”, evidenciou.

O secretário de Estado da Agricultura, Luiz Paulo salientou que, o ano de 2024 será de grandes conquistas, graças ao planejamento da equipe e o reforço dos programas de incentivo, qualificação e assistência da Seagri. “Rondônia investiu mais de R$ 200 milhões na agricultura. O resultado é expressivo, com aumento dos valores da produção agropecuária, que ultrapassou a casa dos R$ 20 bilhões; prêmios nacionais do café e do cacau; melhoria do nosso queijo; aumento da produtividade do café; reconhecimento geográfico do cacau; e expansão da cadeia do Tambaqui”, finalizou.


Governo de Rondônia investe R$ 200 milhões na agricultura e Estado tem retorno de R$ 20 bilhões Governo de Rondônia investe R$ 200 milhões na agricultura e Estado tem retorno de R$ 20 bilhões Reviewed by Da Redação on dezembro 12, 2023 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.