Defesa Civil decreta estado de alerta, após rio Madeira atingir menor cota da série histórica de seca em Porto Velho - Impacto Rondônia

Defesa Civil decreta estado de alerta, após rio Madeira atingir menor cota da série histórica de seca em Porto Velho


Rio chegou aos 1,43 metros e abastecimento de água já é motivo de preocupação para a Companhia de Água e Esgoto

Porto Velho, RO - O período de estiagem está castigando os rios da Amazônia. Em Porto Velho, a Defesa Civil decretou estado de alerta, o transporte de cargas foi restrito e o abastecimento de água da capital rondoniense já é motivo de preocupação para a Companhia de Água e Esgoto, tudo isso após o rio Madeira atingir a menor cota da série histórica.

"Aqui no rio Madeira, por exemplo, os nossos equipamentos estão com dificuldades em extrair essa água devido ao nível do rio que baixou. A gente acaba tendo um pouco de dificuldade na produção e distribuição de água", explicou Lauro Fernandes, diretor técnico da Caerd.

Cerca de 20 portos também dependem do rio Madeira para fazer o escoamento da produção de grãos e de carga, mas com a seca e com a navegação noturna proibida, o transporte caiu pela metade.

"Mil toneladas é a média que o pessoal tem conseguido transportar. No período de cheia, essas mesmas embarcações conseguem transportar duas mil toneladas", disse Alfredo Toshmitsu, diretor de Fiscalizações e Operações.

Para tentar minimizar o impacto financeiro causado pela queda no transporte de carga, o Governo Federal anunciou, na última semana, intervenções em pontos estratégicos em alguns rios da Amazônia.

"Vamos realizar duas dragagens emergenciais nos rios Solimões, Amazonas e Madeira, para garantir a navegabilidade e garantir a chegada de insumos", revelou Renan Filho, Ministro dos Transportes.


Montanha de pedra no leito do rio Madeira em Porto Velho — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Estado de alerta

Ao atingir 1,43 metros e chegar ao menor nível já registrado na história, a Defesa Civil decretou estado de alerta na capital rondoniense.

Segundo o órgão, a estimativa é de que a seca se prolongue, pois não há previsão de um volume de chuva expressivo na cabeceira do rio. Caso o rio baixe para 1,22 metros, o município passa para estado de emergência.

"A gente não tem uma perspectiva de elevação nesse momento. O prognóstico para as próximas duas semanas é chuva abaixo da média e consequentemente, o nível do rio deve se manter em baixa", explicou Astrea Jordão, Coordenadora de Hidrologia do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam).

Em nota, o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), revelou que o "prognóstico de 15 dias indica que é provável que o nível do Rio Madeira se mantenha com uma tendência de estabilidade".

Fonte: G1


Defesa Civil decreta estado de alerta, após rio Madeira atingir menor cota da série histórica de seca em Porto Velho Defesa Civil decreta estado de alerta, após rio Madeira atingir menor cota da série histórica de seca em Porto Velho Reviewed by Da Redação on setembro 30, 2023 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.