Análise sensorial do café identifica amostras para a final do 8° Concurso de Qualidade do Café de Rondônia - Impacto Rondônia

Análise sensorial do café identifica amostras para a final do 8° Concurso de Qualidade do Café de Rondônia


Q-Robusta Graders avaliam amosttas de café para Concurso 2023

Porto Velho, RO - Nesta semana, 196 amostras de café, recebidas pela Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural de Rondônia – Emater, para participar do 8° Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia – Concafé, serão submetidas à análise sensorial. Nesta segunda etapa, os especialistas degustadores estão avaliando os atributos que diferenciam os cafés e podem indicar o grau de qualidade, bem como, aromas e toques especiais na bebida do café canéfora. As amostras estão sendo realizadas no Instituto Federal de Rondônia – Ifro, no campus de Cacoal.

O Concafé é um evento que vem incentivando cada vez mais produtores rurais a investirem na cafeicultura de qualidade no Estado. O incentivo dado pelo Governo Estadual com distribuição de mudas clonadas e assistência técnica gratuita executada pela Emater/RO, tem fortalecido a cadeia produtiva cafeeira e levado o nome de Rondônia a integrar a lista de estados com grande potencialidade produtiva.

Em uma ação conjunta entre a Secretaria de Estado da Agricultura – Seagri e Emater/RO, o Concafé, desde sua primeira edição em 2016, mostrou que Rondônia tem potencialidade e diversidade na produção do café. Além dos produtores, que geralmente são os homens à frente da lavoura, reconhecidos como grandes cafeicultores; grupos de mulheres, se destacam entre as vencedoras do prêmio nacional da florada premiada. A comunidade indígena vem desenvolvendo a cultura cafeeira em seus territórios de forma sustentável, e também vem se destacando em concursos nacionais.

Q-ROBUSTA GRADERS

Segundo o diretor-presidente da Emater/RO, Luciano Brandão, nesta segunda etapa do Concafé 2023, as amostras são torradas para posteriormente serem moídas e degustadas. “Neste ano nós contamos com a participação de quatro Q-Robusta Graders, que são especialistas na análise de café robusta, estão avaliando minuciosamente cada amostra para pontuar seus tributos, de acordo com o protocolo exigido”, explicou o diretor presidente da Autarquia.

Para o governador Marcos Rocha, o investimento em tecnologia e o incentivo aos cafeicultores têm sido essencial para que o Estado obtenha uma produção competitiva e de qualidade. “O Concafé foi realmente um divisor de águas e vem abrindo portas para os cafés Robustas de Rondônia no Brasil e no mundo”, salientou.

CAFÉS QUALIFICADOS

O número de cafés bem qualificados tem alcançado expressividade e a disputa está acirrada, com perspectivas de superar as avaliações de anos anteriores. Nessa avaliação estão sendo considerados fatores como: fragrância, aroma, uniformidade, ausência e presença de defeitos, doçura, sabor, acidez, corpo, finalização e equilíbrio, e a cada etapa vencida, vão sendo selecionados os que obtiveram maior pontuação. O resultado será conhecido no dia 6 de outubro, na praça Beira Rio, em Cacoal.
Análise sensorial do café identifica amostras para a final do 8° Concurso de Qualidade do Café de Rondônia Análise sensorial do café identifica amostras para a final do 8° Concurso de Qualidade do Café de Rondônia Reviewed by Da Redação on setembro 05, 2023 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.