Estupro coletivo: o que se sabe e o que falta esclarecer no caso da menina estuprada ao ir comprar esponja de louça em RO - Impacto Rondônia

Estupro coletivo: o que se sabe e o que falta esclarecer no caso da menina estuprada ao ir comprar esponja de louça em RO


Menina de 13 anos foi sequestrada e mantida em cárcere privado enquanto suspeitos a estupravam em Vista Alegre do Abunã

Porto Velho, RO - Uma menina de 13 anos foi estuprada por criminosos após sair de casa para comprar uma esponja de lavar louça para a mãe no distrito de Vista Alegre do Abunã, em Porto Velho. Três suspeitos do estupro coletivo foram identificados, sendo um deles menor de idade.

Vista Alegre do Abunã fica na BR-364, sentido Acre, a cerca de 260 quilômetros da área urbana da capital de Rondônia. O crime chocou os moradores da comunidade, com cerca de 4 mil habitantes.

Quando aconteceu o estupro coletivo?

De acordo com a Polícia Civil, o estupro aconteceu durante a manhã de sexta-feira (23), na rua Adolfo Lorenzetti e Avenida JK.

A menina estava a caminho de uma mercearia para comprar uma esponja quando suspeitos, em um carro, abordaram a criança na rua e fizeram ela entrar no veículo.

O que foi usado?

Após imobilizarem a vítima, os suspeitos colocaram um pano preto na cabeça da menina de 13 anos e a levaram até o quarto de uma casa em Vista Alegre. Foi nesse local que o estupro coletivo aconteceu.

Durante a violência sexual, a criança teve as mãos amarradas pelos criminosos e pediu diversas vezes para os criminosos pararem.

Quanto tempo durou o crime?

A polícia ainda investiga por quanto tempo a menor foi mantida no cativeiro da casa. No entanto, a menina de 13 anos disse em depoimento que o estupro coletivo "durou um longo tempo".

Segundo a menina, ela foi liberada para sair da residência apenas quando os suspeitos cessaram a violência sexual, já na tarde de sexta-feira. Foi quando ela pediu ajuda de moradores.

Alguém foi preso pelo estupro?

Sim, dois jovens e um adolescente de 15 anos foram apontados como autores do estupro coletivo em Vista Alegre do Abunã. Dois dos suspeitos foram encontrados ainda na cena do crime.

Deilson Silva Rodrigues, de 29 anos, e Eliandro Sena Silva, 22, foram presos por estupro de vulnerável, sequestro e cárcere privado contra a menina de 13 anos. Já o menor de idade envolvido no caso foi apreendido pela Polícia Militar.

Com os três principais envolvidos no crime a PM encontrou um revólver calibre 22, seis munições intactas, 17 pedras de crack, folhas de maconha e R$ 104 em notas.


Arma, dinheiro e outros objetos apreendidos com os suspeitos do estupro coletivo — Foto: Reprodução/PM-RO

Houve a participação de mais homens?

A polícia ainda investiga se pode haver o envolvimento de mais suspeitos no caso. Isso porque a menina relatou em depoimento que, enquanto era abusada, os suspeitos ficavam na porta observando o crime e conversando entre eles.

Onde está a menina agora?

A criança de 13 anos recebeu atendimento médico no distrito de Vista Alegre e depois foi acompanhada por profissionais, inclusive com suporte psicológico.

Segundo a polícia, a vítima está com a mãe, que ficou também abalada com o ocorrido. Aos policiais, a mulher disse na sexta-feira ter certeza que, além do estupro, os suspeitos iriam matar sua filha.

O caso segue sendo investigado pela Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolecente (DPCA) de Porto Velho.

Por quais crimes os criminosos vão responder?

Os dois suspeitos presos vão responder judicialmente por estupro coletivo, mediante dois ou mais agentes, sequestro e cárcere privado, tráfico de drogas e porte ilegal de armas.

Além disso, os jovens de 22 e 29 anos vão responder por corrupção de menores, pois induziram o adolescente de 15 anos ao estupro coletivo.

Fonte: G1/RO

Estupro coletivo: o que se sabe e o que falta esclarecer no caso da menina estuprada ao ir comprar esponja de louça em RO Estupro coletivo: o que se sabe e o que falta esclarecer no caso da menina estuprada ao ir comprar esponja de louça em RO Reviewed by Da Redação on junho 26, 2023 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.