Produtores de leite da BR-429 adotam a silagem de capiaçu para arraçoamento do rebanho - Impacto Rondônia

Produtores de leite da BR-429 adotam a silagem de capiaçu para arraçoamento do rebanho


Fundo Proleite e Programas de governo fornecem equipamentos de apoio à produção

Porto Velho, RO - Produtores de leite da região da BR-429 participam do Projeto Consultec, e implantam novos modelos de manejo de pastagem e arraçoamento do rebanho, no município de São Francisco do Guaporé.

Os técnicos da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural de Rondônia – Emater/RO, têm orientado os agricultores familiares a utilizarem o capiaçu para produção de silagem, aproveitando desta forma, o volume de massa verde, disponível nesta época do ano, para fazer estoque de forragem para o período seco.

Os produtores já dominam a técnica de ensilagem em silos de superfície, que utiliza apenas lonas plásticas e um produto indutor de fermentação, materiais de baixo custo, que facilitam a proteção e armazenamento da forragem, que fica fermentando na ausência de oxigênio embaixo da lona, vedada apenas com terra jogada sobre as bordas. O período de fermentação dura até 90 dias e o produto se conserva até que chegue o período seco, quando aumenta a necessidade de arraçoamento dos animais no cocho.

Os equipamentos fornecidos pelo Governo do Estado às prefeituras e associações de produtores rurais, foram adquiridos através de recursos do Proleite e emendas parlamentares, são: tratores, carretas e ensiladeiras entre outros, que têm contribuído às manutenção da atividade leiteira em áreas menores e para o aumento da produtividade de leite, tanto de litros por vaca quanto por hectare.

Programas do governo para a utilização de técnicas modernas de produção, orientadas pelos extensionistas da Emater/RO, como é o caso do Consultec, ajudam os produtores, não apenas na melhoria da produção de leite por vaca/dia, mas também na eficiência reprodutiva, aumentando significativamente, a renda das famílias produtoras pela venda de mais leite e bezerros.


Extensionista da Emater orienta o agricultor em todas as fases da produção

O governador Marcos Rocha afirma que é um objetivo desta gestão, a utilização dos recursos do Fundo Proleite em investimentos de apoio ao desenvolvimento da pecuária leiteira de Rondônia. “Estamos investindo, tanto em pesquisas quanto na difusão de tecnologias, que visam à melhoria da produção leiteira.

A Emater/RO tem instalado unidades de demonstração, especialmente no que diz respeito à produção e manejo de forrageiras, com a utilização de capiaçu e outras espécies. Estas unidades servem de referência aos produtores rurais, quando da adoção de novas tecnologias”, enfatizou.

Outro benefício da ação do Estado, por intermédio da assistência técnica, é para o meio ambiente, porque a tecnologia possibilita a criação de mais animais em uma área menor, e com isto diminui a pressão por aberturas de novas áreas de floresta para formação de pastagem.

Esta realidade pode ser percebida pelos produtores, que ficam empolgados com os ganhos de produção e adoção de novas técnicas, pelos que plantam capiaçu e milho para silagem.

Fonte: Secom - Governo de Rondônia


Produtores de leite da BR-429 adotam a silagem de capiaçu para arraçoamento do rebanho Produtores de leite da BR-429 adotam a silagem de capiaçu para arraçoamento do rebanho Reviewed by Da Redação on março 10, 2023 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.