Exposição “O Maior Bloco Carnavalesco da Amazônia” aberta ao público na Casa da Cultura Ivan Marrocos - Impacto Rondônia

Exposição “O Maior Bloco Carnavalesco da Amazônia” aberta ao público na Casa da Cultura Ivan Marrocos


Exposição retrata os diversos momentos do bloco, considerado o maior da região Norte

Porto Velho, RO - Até o dia 28 de fevereiro, a Casa da Cultura Ivan Marrocos está com a exposição denominada: “O Maior Bloco Carnavalesco da Amazônia”, que retrata a história da “Banda do Vai Quem Quer”, considerado o maior bloco de carnaval da região Norte do País, que acontece no sábado de carnaval, há 43 anos em Porto Velho.

A exposição, que teve início no dia 2 de fevereiro, tem a parceria da Fundação Cultural do Estado de Rondônia – Funcer, e conta com mais de 24 fotos molduradas das várias edições da “Banda do Vai Quem Quer”, 20 artigos jornalísticos da imprensa rondoniense que noticiaram o evento desde a década de 1990 e um boneco do fundador do bloco carnavalesco, Manoel Mendonça, o “Manelão”, além de abadás do evento.

Matérias jornalísticas também estão em exposição

O governador de Rondônia, Marcos Rocha, ressalta que a cultura de Rondônia possui uma rica história. “Por isso as portas da Casa da Cultura estão sempre abertas, pois é uma forma de aproximar nossa população deste e de outros eventos culturais que deixam legado e tradição para o Estado”.

O diretor da Casa da Cultura Ivan Marrocos, Alisson Cortez, conta que a exposição acontece devido ao período, sendo uma oportunidade para o público conhecer mais a história do bloco carnavalesco, que se tornou patrimônio cultural do Estado de Rondônia.

“A Banda do Vai Quem Quer tem um importante papel na cultura em nosso Estado, e trouxemos esse acervo fotográfico para que o público possa prestigiar, e expandir mais os acontecimentos regionais, pois recebemos diariamente turistas de fora do país, sendo uma boa ideia em mostrar e resgatar um pouco deste histórico bloco”, disse Alisson Cortez.

HOMENAGEM

Hoje é a segunda geração da Banda que está à frente

Para a presidente da “Banda do Vai Quem Quer”, Siça Andrade, ter a exposição como homenagem “é uma honra, pois recentemente o bloco recebeu o título de patrimônio histórico, cultural e imaterial do estado de Rondônia.

Tudo isso é muito gratificante, ter matérias jornalísticas feitas há 30 anos, que mostram a ‘Banda’ levando 60 mil pessoas, relatando a alegria dos foliões. É emocionante ver que a história está firmada, consolidada e a gente trabalha para aprimorar e melhorar a cada dia, pois são 43 anos de tradição deste bloco”, acentua Siça Andrade.

Conforme relato de Siça Andrade, o que mantém a essência do bloco carnavalesco é o repertório musical, composto apenas pelas marchinhas, sem outros ritmos de música. “A ‘Banda’ tem poder próprio, com músicos de Porto Velho, e sempre saiu durante a tarde, com famílias participando, pessoas fantasiadas”.

A presidente da ‘Banda’ diz que o bloco carnavalesco atualmente é um legado deixado e hoje, “é a segunda geração que está à frente, para continuar mantendo a tradição carnavalesca não somente de Porto Velho, mas da região Norte do país, levando a alegria e com a certeza de que é um evento que vai continuar fazendo história”, ressalta.

Fonte: Secom - Governo de Rondônia


Exposição “O Maior Bloco Carnavalesco da Amazônia” aberta ao público na Casa da Cultura Ivan Marrocos Exposição “O Maior Bloco Carnavalesco da Amazônia” aberta ao público na Casa da Cultura Ivan Marrocos Reviewed by Da Redação on fevereiro 16, 2023 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.