TSE aprova teste com biometria em urnas eletrônicas sugerido por Forças Armadas - Impacto Rondônia

TSE aprova teste com biometria em urnas eletrônicas sugerido por Forças Armadas

Proposta foi levada à votação pelo ministro Alexandre de Moraes após conversas com o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira| Foto: Antonio Augusto/TSE

Porto Velho, RO - Por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, na noite desta terça-feira (13), um projeto-piloto que prevê a inclusão de biometria de eleitores voluntários no teste de integridade das urnas a ser realizado no primeiro turno das eleições deste ano. Até 64 das 640 urnas que passarão pelo teste de integridade no dia 2 de outubro serão avaliadas com biometria. A medida foi uma sugestão apresentada pelas Forças Armadas para aumentar a segurança do sistema de votação.

A proposta, que havia sido negada pela equipe técnica do TSE durante a gestão de Edson Fachin sob a alegação de dificuldades operacionais, foi levada à votação em plenário pelo atual presidente do tribunal, ministro Alexandre de Moraes, após se reunir com o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira.

Além dos testes com biometria, a Justiça Eleitoral vai manter os tradicionais testes de integridade, nos quais servidores da Justiça Eleitoral e voluntários votam nas urnas que fazem parte da auditoria para comparação dos resultados com o boletim de urna impresso.

“O teste de integridade continua igual. Dessas urnas, algumas serão retiradas para a realização do teste de integridade com biometria. Isso será feito para nós testarmos e verificar realmente se isso [uso da biometria] é ou não necessário estatisticamente”, disse Moraes.

O ministro disse, ainda, que a ideia é que "dentro do espírito que a Justiça Eleitoral sempre teve de aprimorar a fiscalização", testar se o uso da biometria aprimoraria a auditoria das urnas. Moraes afirmou também que o teste de integridade válido será o tradicional, isto é, sem a biometria, porém a medida adicional proposta pelas Forças Armadas terá resultado amplamente divulgado.

Segundo os termos da resolução aprovada pelo TSE, o uso da biometria será procedido em ao menos cinco capitais, e também no Distrito Federal. As comissões de auditoria dos Tribunais Regionais Eleitorais serão responsáveis por indicar quais seções servirão para a aplicação do projeto-piloto em definição a ser feita até dez dias antes das eleições.

Fonte: Por Gabriel Sestrem
TSE aprova teste com biometria em urnas eletrônicas sugerido por Forças Armadas TSE aprova teste com biometria em urnas eletrônicas sugerido por Forças Armadas Reviewed by Da Redação on setembro 15, 2022 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.