Filha de Olavo de Carvalho: “Não é porque morreu que virou santo”

 

Filha de Olavo de Carvalho: “Não é porque morreu que virou santo”

Porto Velho, RO - Heloísa de Carvalho, 52 anos, soube da morte do pai Olavo de Carvalho por um post de um “olavete”. Ela afirmou que não pretende ir ao enterro e não se arrepende de ter rompido o relacionamento com o pai em 2017.

“Não é porque morreu que virou santo. Não tenho vontade nenhuma de ir, mesmo se o corpo vier para o Brasil, para os Estados Unidos muito menos”, disse Heloísa em entrevista ao Metrópoles.

Sobre o enterro, outra justificativa que Heloísa deu para não ir foi o isolamento social. Ela explica que tem medo de pegar Covid, principalmente, porque ela e o marido têm comorbidades.


Pouco antes de falecer, passou a fazer críticas ao governo Bolsonaro

Apesar disso, o presidente lamentou a morte do escritor. “Olavo foi um gigante na luta pela liberdade e um farol para milhões de brasileiros. Seu exemplo e seus ensinamentos nos marcarão para sempre”, escreveu o mandatário do BrasilInstagram/ Reprodução



O escritor Olavo de Carvalho, de 74 anos, considerado o guru do bolsonarismo, morreu na madrugada do dia 24 de janeiro de 2022. Ele estava internado em um hospital de Richmond, nos Estados UnidosInstagram/Reprodução



Apesar de não ter sido divulgada a causa da morte, Olavo havia informado que tinha contraído Covid-19 recentemente. O escritor deixa a esposa, Roxane, oito filhos e 18 netosInstagram/ Reprodução


Natural de Campinas, São Paulo, Olavo mudou-se para os Estados Unidos em 2005. Segundo ele, um dos motivos para ter saído do Brasil foi a chegada do Partido dos Trabalhadores (PT) à Presidência da República.

Trabalhou como jornalista em veículos como Folha de S.Paulo, Planeta, Bravo!, Primeira Leitura, Jornal do Brasil, Jornal da Tarde, O Globo, Época, Zero Hora e Diário do ComércioInstagram/ Reprodução


Opositor do "politicamente correto" e crítico do que chamava de pensamento "hegemônico de esquerda na imprensa e na academia", o escritor se tornou celebridade dentro da direita política Instagram/ Reprodução


Durante a vida, Olavo publicou diferentes livros polêmicos, entre eles: O Mínimo que Você Precisa Saber para não Ser um Idiota, considerado um dos manuais da direita brasileira, O Jardim das Aflições (1995) e O Imbecil Coletivo (1996)Instagram/ Reprodução


Os livros e artigos de autoria do escritor, no entanto, foram alvo de polêmicas. Alguns reproduzem teorias conspiratórias, informações incorretas e discursos de ódio. Além disso, Olavo defendia que a Terra é plana, negava a existência do aquecimento global e jurava que a Pepsi é adocicada com células de fetos abortadosInstagram/ Reprodução


Nos Estados Unidos, trabalhava dando aulas de filosofia pela internet.


Fundou o site Mídia sem Máscara (MSM), que tinha o objetivo de combater o “viés esquerdista da grande mídia brasileira”. Entre seus defensores estavam os filhos do presidente Jair Bolsonaro. Aliás, Olavo era considerado consultor e espécie de guru intelectual de assessores próximos ao presidenteInstagram/ Reprodução


Fumante, propagava a ideia anticientífica de que o cigarro faz bem para a saúde e dizia que o tabaco não tinha ligação com câncer de pulmão ou doenças cardíacas. Olavo já teve um tumor na traqueia, que o obrigou a se submeter a uma cirurgia delicadaInstagram/ Reprodução


Além disso, foi internado com problemas respiratórios em abril do ano passado e lidava com consequências da doença de Lyme, conhecida como doença do carrapato, que pode causar irritação na pele, dores nas articulações e fraqueza nos membros.

Pouco antes de falecer, passou a fazer críticas ao governo Bolsonaro. Apesar disso, o presidente lamentou a morte do escritor. “Olavo foi um gigante na luta pela liberdade e um farol para milhões de brasileiros. Seu exemplo e seus ensinamentos nos marcarão para sempre”, escreveu o mandatário do BrasilInstagram/ Reprodução

O escritor Olavo de Carvalho, de 74 anos, considerado o guru do bolsonarismo, morreu na madrugada do dia 24 de janeiro de 2022. Ele estava internado em um hospital de Richmond, nos Estados Unidos.

Heloísa contou que não foi avisada por pessoas próximas de Olavo sobre a morte. Ela acredita que não será procurada por nenhum familiar e também não tem como fazer nenhum contato, pois não tem os telefones e está bloqueada nas redes sociais.

“Achei a notícia em alguma postagem de ‘olavete’. Claro que minha família, minha família não, meus pais, desculpa a minha família são outras pessoas, iriam me comunicar”, afirmou.
Filha de Olavo de Carvalho: “Não é porque morreu que virou santo” Filha de Olavo de Carvalho: “Não é porque morreu que virou santo” Reviewed by REDAÇÃO on janeiro 25, 2022 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.