Após 17 anos, acusado de assassinato em Ouro Preto D´Oeste é preso em São Paulo


Imagem ilustrativa


Porto Velho, Rondônia - Após 17 anos de procura, a Polícia Civil prendeu o microempresário Arivaldo Santos, Silva, acusado de participação no assassinato de Alessandro Antônio da Silva, ocorrido na cidade de Ouro Preto D´Oeste, em abril de 2004, durante uma discussão em uma lanchonete. O acusado foi peso no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, quando se preparava para viajar de férias com a família.

A vítima foi morta a tiros, após a briga se iniciar em um baile e terminar em uma lanchonete. No dia do crime, a vítima estava em companhia de mais duas testemunhas, que apontaram um tal ´Gaguinho´ como o autor dos disparos. `Gaguinho´ chegou a ser visto pelos policiais em cima de uma pé de manga e conseguiu escapar.

Segundo os advogados da vítima, que entraram com um pedido de relaxamento de sua prisão no Tribunal de Justiça, os policiais, ao não obterem êxito na prisão de Gaguinho, invadiram a casa de Arivaldo, onde apreenderam uma suposta arma do crime e documentos, e contra ele acabou sendo expedido um mandado de prisão sem qualquer fundamento.

Na semana passada, o Tribunal de Justiça de Rondônia negou o pedido de habeas corpus e manteve o acusado preso.
Após 17 anos, acusado de assassinato em Ouro Preto D´Oeste é preso em São Paulo Após 17 anos, acusado de assassinato em Ouro Preto D´Oeste é preso em São Paulo Reviewed by REDAÇÃO on dezembro 28, 2021 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.